NPJ divulga lista de aproveitamento de estágio externo
22/02/2022
Ipanema Comunicação, Seleciona: Estagiário(a) de BI (Engenharia)
23/02/2022

Soft Skills: Você possui as habilidades do futuro?

Recrutadores visam a importância do desenvolvimento comportamental para o mundo do trabalho

Por muito tempo, as habilidades técnicas foram os únicos requisitos necessários para os recrutadores. Com o desenvolvimento da tecnologia, da comunicação e das máquinas, a substituição têm se tornado uma realidade. A nova imagem do profissional não se limita apenas a mecanismos ou experiências passadas. Agora, ter uma boa comunicação, autoconhecimento, proatividade, dentre outras características, ganham espaço e são um ponto-chave para as organizações. Mas, afinal, qual a ligação disso tudo e o que são Soft Skills?!

São habilidades interpessoais e individuais que estão diretamente ligadas ao comportamento de uma pessoa em relação à sociedade, que determina a capacidade de ter um bom relacionamento com os outros e, é assim, que muitos profissionais têm se destacado no mundo corporativo.

As Soft Skills são adquiridas ao longo dos anos, por meio de vivências e experiências, sendo improvável tê-las por meio de livros ou cursos. Vão além de ensinamentos teóricos e se aplicam para todas as áreas.

As Soft Skills são o contrário das Hard Skills, principalmente por ser algo desenvolvido e estimulado naturalmente. As Hard Skills são os conhecimentos técnicos adquiridos pela experiência, em cursos, conseguem ser ensinadas e guiadas em ambientes como escola, faculdade e até mesmo em empregos, também sendo bem específicos de cada área.

Soft Skills: como reconhecer se as tenho?

De acordo com o Fórum Econômico Mundial de 2020, fazem parte das competências:

• Pensamento analítico e inovação;

• Resolução de problemas;

• Pensamento crítico;

• Criatividade;

• Liderança;

• Inteligência emocional;

Por ter um caráter imaterial, podem ser identificadas por meio de entrevistas e dinâmicas de grupo, com o objetivo de mapear as habilidades comportamentais do candidato.

Em uma conversa com agentes de integradoras da Nube e da Super Estágio, tivemos uma visão mais abrangente dessas competências. Everton Machado, facilitador de treinamentos corporativos da NUBE, compreende a necessidade de refletirmos sobre a diferença que as Soft Skills fazem e como podem ser agregadoras. “São fatores que impulsionam o seu marketing pessoal e melhoram suas entregas. E, principalmente, ter inteligência emocional para gerir suas emoções”, justifica.

Para Jorgeane Medeiros, operacional da Super Estágio, nossas reações mediantes às adversidades são tão significativas quanto o nosso nível de especialização. “Uma grande dica é o autoconhecimento. Pois aqui podemos identificar habilidades que são nossas naturalmente, pontos de melhoria e objetivos, onde queremos chegar e o que será necessário desenvolver para tornar-se um profissional com múltiplas habilidades interpessoais, utilizando-as como diferencial estratégico”, confirma.

Em uma pesquisa realizada pela Global Talent Trends 2019, do Linkedin, 80% dos profissionais de RH de 35 países consideram as Soft Skills importantes para o sucesso em uma organização. Entre os RHs brasileiros, esse número sobe para 95%. Isso significa que as organizações já estão cientes da importância dessas competências para o sucesso de suas entregas e também do relacionamento interno.

Texto: Monike Lima – Estudante de Jornalismo e Estagiária da UNI7 Estágio e Carreira.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Posso ajudar?