Projeto Liberte-se divulga edital de seleção 2016.1

Resultado provisório de aprovados no programa de iniciação à Docência 2015.2 do curso de Direito
20/01/2016
FIES na FA7: veja as informações sobre as vagas e sobre o processo seletivo FIES
27/01/2016

Projeto Liberte-se divulga edital de seleção 2016.1

Projeto Liberte-se

O Projeto "Liberte-se" lançou edital do seu Processo Seletivo 2016.1. Estão sendo ofertadas 21 vagas aos alunos de Direito da Faculdade 7 de Setembro. Os interessados deverão enviar os seguintes documentos ao endereço de e-mail do projeto (projetoliberte-se@outlook.com), colocando "INSCRIÇÃO 2016.1" como assunto da mensagem, entre os dias 20 de janeiro e 17 de fevereiro de 2016:

  • a ficha de inscrição disponível no Anexo I deste Edital;
  • carta de motivação, contendo até 500 caracteres (com espaço).

Os inscritos serão submetidos a processo seletivo, composto por uma etapa oral, que consiste em entrevista, para avaliação da motivação do candidato para ingressar no “Liberte-se”, além de sua disponibilidade, seu interesse e seus pensamentos a respeito do sistema carcerário. Ademais, serão feitas abordagens de cunho pessoal e sociopolítico.

As entrevistas serão realizadas dia 20 de fevereiro de 2016, nos horários a serem divulgados, via e-mail, pela coordenação do “Liberte-se".

Confira as informações completas no Edital de Seleção.

[+ SAIBA MAIS]

O Projeto “Liberte-se” surgiu, em 2015, como uma oportunidade, para os estudantes de Direito da Faculdade 7 de Setembro, de terem uma maior aproximação com a realidade do sistema prisional cearense. O projeto tem, como principais finalidades, permitir o aprimoramento de conhecimentos no âmbito jurídico – relacionando teoria e prática –, principalmente no que tange ao Direito Penal e aos Direitos Humanos, alertar sobre a importância de uma visão mais humanizada do Direito Penal, possibilitando a formação de ideias próprias, livres do senso comum, e contribuir, aos poucos, com o processo de ressocialização das pessoas encarceradas.

Para realizar os fins a que se pretende, o “Liberte-se” promove ações, dentro e fora dos presídios, tais como palestras, arrecadamento de doações e visitas periódicas às unidades prisionais. Paralelo a isso, há o estímulo à produção científica, à criatividade do acadêmico e ao trabalho em equipe.

O projeto é permanente, com as vagas renovadas a cada semestre, podendo, com o tempo, ter aperfeiçoadas as suas ideias e os meios utilizados para o alcance de seus objetivos. Acredita-se que, desse modo, será possível uma mais efetiva aproximação entre os ambientes acadêmico e o prisional, pensando na ressocialização e, consequentemente, na diminuição da exclusão social. O “Liberte-se” quer e acredita que poderá contribuir, dentro de seus limites, com a (re)formação de uma sociedade mais justa. 

O “Liberte-se” recebe orientação acadêmica do Professor Hélio das Chagas Leitão Neto e é coordenado, atualmente, pelas alunas de graduação Ana Maria Bezerra, Carolina Azin Rocha, Larissa Rocha, Maria Tereza Câmara, Vanessa Xavier e Vívian Porto.