Emenda Constitucional Nº 87/201 é tema de palestra
08/04/2016
ESPORTES: O jornalismo esportivo com um jeitinho cearense
08/04/2016

Alunos de Engenharia realizam visita técnica ao Navio Patrulha Oceânico Araguari

Os alunos dos cursos de Engenharia Elétrica e de Produção da FA7 realizaram uma visita técnica no dia 21 de novembro, ao Navio Patrulha Oceânico “Araguari”, no Porto de Mucuripe.

O navio foi incorporado à Marinha do Brasil em 2013 e tem como sede o 3º Distrito Naval, em Natal, RN. Tem como deslocamento máximo 2.450 toneladas, dois motores de combustão principal de 7500 KW movidos a óleo diesel marítimo, acoplados em engrenagens redutoras e linhas de eixo com hélice de passo controlado. Possui grande autonomia, capacidade de atender operações afastadas de sua base, possibilidade de realizar diversas tarefas tais como busca e resgate, patrulhas, combate a ilícitos transnacionais e auxílio a desastres.

 Entrada a bordo do Navio Patrulha Oceânico “Araguari”

Entrada a bordo do Navio Patrulha Oceânico “Araguari”

O sistema de geração de energia do navio é composto de três motores de combustão acoplados a geradores modelo “Leroy Somer SR4B” de 550Kw/450V/trifásico/60Hz e um diesel gerador de emergência de 200Kw/450V/trifásico/60Hz.

Entrada a bordo do Navio Patrulha Oceânico “Araguari”

O parque de antenas do Navio Patrulha Oceânico “Araguari”, para comunicações VHF, UHF, HF e Satélite;
Radares, Alça Optrônica e seu canhão de 30mm

O objetivo da visita técnica foi complementar os estudos sobre diversas disciplinas, tendo como foco a Geração de Energia Elétrica a bordo de um navio, além de conhecer vários compartimentos e equipamentos do Navio e suas utilizações.

Entrada a bordo do Navio Patrulha Oceânico “Araguari”

Convés do helicóptero

A equipe da FA7 foi recepcionada pelo Capitão-Tenente Bezerra e vários outros componentes da tripulação do navio, que promoveram a visita guiada e responderam a diversos questionamentos feitos pelos alunos.

Na Praça de Máquinas os alunos tiveram contato com o Centro de Controle da Máquina (CCM), onde são controlados remotamente (Automação e Controle) todos os motores e geradores do navio, estação de tratamento de efluentes, equipamento de osmose reversa, motores de combustão principal, dentre outros equipamentos.

O navio estava com energia de bordo o que possibilitou aos alunos verificarem “in loco” a geração de energia com um dos geradores de 550 KW/450V/Trifásico/60Hz.

Entrada a bordo do Navio Patrulha Oceânico “Araguari”

O Passadiço (ponte de comando do navio)

Outros compartimentos visitados foram: o Passadiço (conhecido como ponte de comando), a Praça D’Armas (onde são feitas as refeições), os camarotes, a popa, a oficina de reparos e processos mecânicos e diversos armamentos e equipamentos de comunicação de bordo..

Entrada a bordo do Navio Patrulha Oceânico “Araguari”

Centro de Controle de Máquinas (Automação e Controle)

Entrada a bordo do Navio Patrulha Oceânico “Araguari”

O motor de combustão principal (7500KW, no lado direito)
e o Gerador de 550KW na Praça de Máquinas (lado esquerdo)

Entrada a bordo do Navio Patrulha Oceânico “Araguari”

Na oficina do navio, com equipamentos para reparos
(solda oxiacetilênica, torno mecânico, furadeira, etc)

Entrada a bordo do Navio Patrulha Oceânico “Araguari”

 Equipamentos para manobras com espias (cabos que amarram o navio ao cais)
e os cabrestantes para manobras com as âncoras do navio.

A Visita Técnica ao Navio Patrulha Oceânico “Araguari” proporcionou aos alunos, além do contato com a parte prática das disciplinas estudadas, a possibilidade de ver o emprego de um navio brasileiro de alta tecnologia, sendo uma oportunidade ímpar de obtenção de novos conhecimentos de engenharia.