Alunos dos Cursos de Engenharia realizam visita técnica às instalações logísticas do Beach Park
25/05/2018
Azevedo e Oliveira, Seleciona: Advogado
28/05/2018

Alunos do Direito lançam projeto para ensinar Constituição em escolas públicas

crédito da foto: Deise Rocha

crédito da foto: Deise Rocha

Numa sala lotada de jovens estudantes de ensino médio, na última Feira das Profissões, alunos do curso de Direito da Uni7 lançaram o projeto Constituição Viva, que pretende levar o conteúdo da Constituição Federal para escolas públicas de Fortaleza.  Como muitos participantes ainda estavam decidindo qual profissão seguir, a aluna Larissa de Lima explicou que, independente da área de atuação, o conhecimento dos direitos é fundamental. “Todas as áreas têm relação com o universo das leis”, explica. Para o aluno Paulo Bastos, a experiência foi interessante. “Foi ótimo. Não tinha muita vontade de ler a Constituição, mas agora eu tenho”, disse.

O projeto é uma iniciativa dos alunos com orientação da professora Eulália Camurça. “A ideia surgiu da necessidade de levar aos estudantes das escolas públicas os principais direitos e obrigações que devemos saber para ser um bom cidadão. Levar a constituição ao conhecimento do alunos numa fase tão importante da formação é, sem dúvida, uma semente plantada para gerar bons frutos no futuro”, explica o aluno Thales de Oliveira.

No segundo semestre, quando a Constituição Federal completa 30 anos, será lançado edital para participação de novos alunos, inclusive de cursos, como Comunicação Social e Pedagogia. “É muito importante pensamos na união de saberes para disseminar um conhecimento primordial para tentar conquistar qualidade democrática”, ressalta a professora Eulália Camurça. Após a primeira apresentação do projeto, os estudantes sentiram-se ainda mais estimulados a continuar o trabalho.  “Quero dizer que espero efusivamente que esse projeto siga adiante, difundindo conhecimento sobre a Constituição, sobre os direitos fundamentais e sobre a importância da atuação cidadã, individual e coletiva, para mudar os rumos deste país”, conclui o aluno Luís Cláudio de Sousa.

Posso ajudar?