VII Encontro de Iniciação Científica FA7

Anais

O FUTURO DAS EMPRESAS FAMILIARES

Relato de Pesquisa
Autor Principal: Antônio Ferreira Filho
Área: Administração
Professor Orientador: Marcos Aurélio Maia

Resumo

Antônio Ferreira Filho Rafael de Oliveira José Antônio de Souza Filho Resumo O presente ensaio visa apresentar reflexões sobre a organização e o planejamento das empresas familiares, focando na descrição das crises e no futuro possível para essas empresas. No contexto da empresa familiar, vários aspectos, inter-relacionados, provenientes da família e das relações de poder, principalmente nas fases de sucessão, influenciam a atividade e o resultado global do empreendimento. Inicialmente, conceitua-se empresa familiar como base para o entendimento do objeto do estudo. Empresa familiar, de acordo com a concepção generalizadamente aceita, é a junção de esforços e recursos para um dado fim, com a presença de uma determinada família no empreendimento. Todavia, há diversas abordagens ao estudo da empresa familiar. No sistema capitalista, a maioria das empresas começam a partir das idéias, do empenho de indivíduos empreendedores e seus parentes. Casais juntam suas economias e dirigem lojas em conjunto. Irmãos aprendem o negócio dos pais desde crianças, amigos montam seus negócios com ideais próprios. O sucesso desses negócios é almejado por esses empreendedores, que no fundo trabalham para deixar um caminho traçado aos seus filhos. As empresas familiares são hoje a forma mais predominante de empresa em todo o mundo. Elas ocupam uma parte tão grande de nossa paisagem econômica e social que as pessoas de um modo geral nem se dão conta. No entanto com a abertura dos mercados, e a globalização e competição acirrada, a administração das empresas familiares passa a necessitar padrões mais profissionais e dinâmicos, para se vencer dificuldades e aproveitar oportunidades oferecidas por suas características. As crises acontecem principalmente quando a empresa atinge o estágio de sucesso, em que surge uma encruzilhada: ou a empresa se prepara para crescer ou se prepara para o declínio. Ou quando ocorre sucessão para a segunda geração. Outros possíveis problemas são apontados por PEISER e WOOTEN (1983, p.61) como: "a) aumento de conflitos interpessoais; b) preocupação com lucros a curto prazo, ao invés do centramento em objetivos de longo prazo; c) procedimentos administrativos enfatizando o imediatismo; d) falta de definição de processo de integração dos novos membros da família; e) ausência de planos de carreira" Porém dentre todas as necessidades das empresas familiares destaca-se o planejamento financeiro, pois este estabelece o modo pelo qual os objetivos financeiros podem ser alcançados. Um plano financeiro é, portanto, uma declaração do que deve ser feito no futuro. O planejamento financeiro é uma parte importante do trabalho do administrador. Definindo os planos financeiros e orçamentos ele estará fornecendo roteiros para atingir objetivos da empresa. (GITMAN, 1997). O planejamento financeiro é desenvolvido fundamentalmente por meio de projeções, como estimativa mais aproximada possível da posição econômico-financeira esperada. Compreende a programação avançada de todos os planos da administração financeira e a integração e coordenação desses planos com os planos operacionais de todas as áreas da empresa. Em sua maioria, os modelos de planejamento financeiro exigem que seu usuário especifique algumas hipóteses a respeito do futuro. Os modelos podem ser muito diferentes em termos de complexidade, mas quase todos possuem previsão de vendas também conhecido como elemento gerador, projeções de balanço, demonstração de resultado e fluxo de caixa, necessidades de ativos, necessidades de financiamentos e premissas econômicas. O futuro é, por definição, desconhecido. Ainda há muito tempo que ser abordado sobre o futuro da empresa familiar tendo como foco as melhores pratica de gestão familiar das empresas. Para que haja sucesso em seus negócios superando suas dificuldades dentre as quais destacamos a sucessão (principalmente a segunda sucessão), os conflitos interpessoais, relação das expectativas de curto pra com os objetivos de longo prazo; a falta de plano de carreira. Dentre inúmeros passos a serem indicados no caminho do sucesso para as empresas familiares, destaca-se neste resumo o planejamento financeiro, que dará a empresas familiares a direção para o alcance de seus objetivos entendendo as limitações de seus recursos disponíveis, bem como a definição dos recursos que pertencem à empresa antes de pertencer às famílias. Dentre todos desafios este passo, ou cultura de planejamento será uma importante base para o maior desafio de qualquer empreendimento, está pronto para o está por vir. Palavras chave: Administração, Empresa familiar, Planejamento Referências Bibliográficas PEISER, Richard B; WOOTEN, Leland M. Life; cycle changes in small family business. Business Horizons, May/Jun. 1983. GITMAN, Lawrence J. Princípios de administração financeira. São Paulo: Harbra, 1997.