XI Encontro de Iniciação Científica da FA7

Anais

Sacolas plásticas a discussão que não tem fim!?

Relato de Pesquisa
Autor Principal: DONIZETE TELES DE LIMA JÚNIOR
Área: Engenharia de Produção
Professor Orientador: Tiago Seixas Themudo

Resumo

No século passado foram criadas as sacolas plásticas que hoje todos nos utilizamos. Elas são bastante uteis (VIANA, 2010), e se tornaram indispensáveis para a sociedade moderna (RAMOS, 2009), contudo, o seu mau uso trouxe grandes malefícios para o meio ambiente e consequentemente alguns problemas para a humanidade e para os animais marinhos e terrestre (SANTOS, 2012). Uns dos problemas que as sacolas plásticas causam é por elas terem um tempo de decomposição muito alto, de 100 a 500 anos, (CASTILHO, 2010). Por essa razão, em alguns países as sacolas plásticas já foram banidas e em outros já existem leis para o seu uso controlado, por exemplo, (FABRO, 2007). Uma outra solução apresentada são as sacolas biodegradáveis, pois estas tem um tempo de decomposição muito menor, dessa forma alguns municípios brasileiros estão obrigando a sua utilização (HORSTI,2012). Uma outra solução criada para diminuir o número de sacolas plásticas consumidas em todo o mundo são as ecobarg, que são sacolas retornáveis que podem ser utilizadas varias vezes pelo o consumidor (SANTOS, 2012). As empresa já estão tentando fazer a sua parte para a diminuição da utilização das sacolas plásticas (ALMEIDA, 2012). Inicialmente realizaremos uma pesquisa com vários clientes de supermercados de Fortaleza, com idade entre 30 e 65 anos, para saber se eles tem e se estão utilizando as sacolas retornáveis.